Type
Article
Titre
Sociologia da programação social*: bens coletivos e política da escala temporal na Itália
Dans
Nau Social
Volume
6
Numéro
10
Pages
165 - 188 p.
ISSN
22377840
Mots clés
Urban Sociology, Comparison, Local Welfare, Governance, Planning, Collective Goods
Résumé
PT
Esta discussão será estruturada em seis partes, começando pela reconstrução do significado que o termo “programação” assumiu na Itália (1), incluindo a sua relação com a cultura do reformismo (2) e com os múltiplos fatores que levaram à critica de uma concepção “centralista” da programação (3). Em seguida, veremos as matrizes da programação social antecipada pela Lei nº 328/2000 nas obras da nova programação local, desenvolvidos em diversos setores das políticas públicas dos anos 1990 (4). A reforma do welfare local, introduzida pela Lei nº 328/2000 e pela reforma do Título V da Constituição, demanda maiores precisões sobre a dimensão política assumida pelos Planos de zona e sobre as principais tensões que surgiram entre valorização dos recursos locais e uniformidade de direitos (5). Precisada a dinâmica histórico-política que levou à configuração atual, poderemos discutir a relevância dos bens coletivos para a solidariedade e a dimensão política da escala temporal própria à programação (6).

CITATION BIBLIOGRAPHIQUE
EXPORT